Notícia

Visita técnica na sede da ACIPG

quinta, 21 de novembro de 2019

Executivos e colaboradores das Associações Comerciais das cidades de Arapoti, Jaguariaíva, Piraí do Sul, Castro, Carambeí, Telêmaco Borba, Palmeira E Sengés participaração da visita. A ação é um projeto da nossa Coordenadoria, onde o intercâmbio teve início em Curitiba, na visita matutina a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (FACIAP), e a no período da tarde em Ponta Grossa.

Nessa visita foi apresentada a estrutura da ACIPG detalhadamente em suas áreas de atuação. Sr. Gilmar Denck, gerente institucional da sede conta que foi sobre a área institucional mostrando os rumos da associação enquanto agente de transformação e a sua relação com a sociedade. “Foi discorrido também sobre o Programa Empreender que visa o fortalecimento da micro e pequena empresa ao reunir empresários de um mesmo município nos chamados núcleos setoriais. O Empreender é a demonstração da força do associativismo e o que isso representa para os empresários”, conta.

O âmbito administrativo também teve protagonismo na apresentação sobre toda a organização interna e o organograma da instituição. Denck conta que como exemplo para as outras ACEs foi explicado sobre o planejamento estratégico da ACIPG iniciado em 2018 e ainda em desenvolvimento, como também do o Sistema de Gestão de Qualidade (SGQ).

Além de visitarmos o  prédio, conhecemos o projeto da nova sede, a galeria dos ex-presidentes e por fim foi a gerencia comercial que explanou sobre os produtos comercializados pela ACIPG, campanhas e estratégias comerciais.

Raquel Wolf, da Associação Comercial e Empresarial de Castro (Acecastro), contou que o dia foi ótimo e ela aprendeu muita coisa com a maneira de trabalhar da ACIPG e destacou o Programa Empreender. Já Flavia Alves da Associação Comercial e Empresarial de Telêmaco Borba (Acitel) disse que uma visita como esta desperta inspirações para levar para os associados. “Entre os destaques estão o programa de Estágios da ACIPG, as campanhas comerciais, bem como o funcionamento administrativo da instituição”, finaliza Flavia.

Fonte: